Pesquisa de Urandir no Castelo de Chambord – França


Urandir Tatiane e Alex em pesquisa no Castelo de Chambord na França-expedição Dakila Pesquisas Já se preparando para a próxima expedição para a França, Urandir Fernandes de Oliveira (UFO) revela algumas informações a respeito da pesquisa realizada no Castelo de Chambord, efetuada durante a primeira expedição da Equipe Zigurats na França, no ano de 2010. Os detalhes marcantes da pesquisa foram as inscrições nas paredes do castelo. Essas inscrições, que a princípio ficam desapercebidas ou sem importância para quem visita o Castelo, pois sua imponência e grandeza desviam a atenção, eram o foco da pesquisa, que catalogou todas inscrições relevantes. Concatenando as formas geométricas de algumas, principalmente as mais antigas em alguns recintos do Castelo, percebeu-se uma semelhança com simbologias conhecidas e já catalogadas pelo grupo de pesquisadores do Dakila Pesquisas e Equipe Zigurats em várias outras localidades do planeta, tendo sido feitas em diferentes eras e por diferentes civilizações.  Muitos símbolos coincidiram com encontrados por exemplo no Vaticano e inclusive em alguns lugares de civilizações milenares na América Latina.

O Castelo de Chambord é um dos mais conhecidos castelos em todo o mundo em função da sua arquitetura renascentista francesa, combinada com as formas medievais da França e estruturas clássicas da Itália. O palácio é composto de uma fortaleza central equatro torres nos cantos. Contém 440 salas, 365 lareiras e 84 escadarias.

O foco da primeira expedição era percorrer os caminhos de Joana D´Arc. Já a segunda expedição programada para abril de 2012, terá como foco os pontos chave onde a lendária figura bíblica Maria Madalena cruzou.