Zigurats


Réplica de Saqqara no Brasil

O que teria levado as antigas grandes civilizações ao redor do planeta construírem pirâmides? que conhecimento eles possuíam para erguerem esses monstruosos monumentos? seriam para fins ritualísticos ou tinham um propósitos ainda desconhecido por nós? Pesquisas recentes mostram que essas construções foram feitas em locais específicos e escolhidos com precisão matemática levando em consideração a malha eletromagnética terrestre. Partindo de diversas pesquisas teóricas e em campo através de expedições, um grupo brasileiro de pesquisadores sediado em Corguinho no Mato Grosso do Sul dedica-se a comprovar cientificamente a utilização das pirâmides no campo quântico. A equipe de pesquisa do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) coletou ao longo dos últimos 18 anos diversas informações e dados nas construções escalonadas e piramidais ao redor do mundo e também em geoglifos cifrados, o que levou a concluir que todas as grandes civilizações usaram essas construções para a geração de energia, sendo a principal delas a energia taquiônica. Para poder comprovar cientificamente, o grupo projetou e construiu uma réplica em escala menor da pirâmide de Saqqara do Egito. Em fase final de acabamento, a réplica também foi construída em um importante ponto nevrálgico da malha eletromagnética da Terra, localizado na Cidade Zigurats em Corguinho. O objetivo desse projeto, segundo seu responsável, Urandir Fernandes de Oliveira, é comprovar na prática o que hoje é apenas teoria sobre a teoria das cordas e a energia taquiônica, comprovando cientificamente que a energia taquiônica é neutra, composta por pares de partículas com cargas elétricas opostas que se anulam e equilibram, […]


Dakila Pesquisas Objetivos

O Dakila Pesquisas é formado por um grupo de pessoas bastante eclético, contando com pesquisadores de todas as religiões e linhas de pensamento,  unidos pelo objetivo  científico de elucidar fatos  nos mais diferentes campos  do conhecimento que a ciência comum ainda não respondeu. Nosso objetivo é o de despertar o conhecimento no ser humano, para que todos possam  se conscientizar  sobre  a importância do papel de cada um  no meio em que vivemos  e, consequentemente, perceber a realidade de forma mais ampla e abrangente, baseada em métodos científicos. O homem tem se preocupado com o desenvolvimento material, esquecendo-se de desenvolver sua própria capacidade. Se a mente é responsável pelo arquivamento dos dados de nossas vida e pela nossa maneira  de pensar e induzir o nosso corpo a agir, então temos de admitir que ela é capaz de determinar nosso bem ou mal-estar, tanto mental como físico. Buscamos a imunização através de nosso equilíbrio para atingir níveis mentais compatíveis e saudáveis. Podemos citar como exemplo de nossas atividades científicas nas áreas da antropologia e arqueologia as pesquisas sobre civilizações antigas, realizadas através das nossas expedições com o slogan “Descobrindo o Passado para entender o Futuro”. Nossa pesquisa tem  com  objetivo  encontrar evidências sobre a origem do homem e sua ligação com o Brasil, apresentando novas datas e períodos, preenchendo as lacunas nas teorias já existentes. Estudamos evidências de civilizações pré-colombianas com datações de aproximadamente 25.000 anos A.C., seguindo vestígios já encontrados em cavernas e rochas, como desenhos e símbolos desconhecidos em […]


Fazendo a Diferença no município de Corguinho – MS

No mês de março de 2017 ocorreram chuvas intensas em todo o Brasil. Como consequência, no município de Corguinho e em toda região diversas pontes foram levadas pelas águas, principalmente na estrada que liga a Associação dos moradores de Boa Sorte, da Associação Dakila e a cidade de Ziguratz. Segundo informações, a Prefeitura no momento não dispõe de recursos para tanto. Com isso, os associados de Dakila Pesquisas resolveram contribuir com recursos próprios para a construção da principal ponte que liga as comunidades às estradas municipais e estaduais, para que a população não fique “ilhada” (principalmente crianças que tinham aquelas pontes como passagem fundamental para chegarem até a escola). No entanto, outras chuvas vieram levando mais pontes que ligam os municípios. Como não há tempo de esperar recursos governamentais, a Prefeitura de Corguinho pela urgência da situação através da Prefeita Marcela Lopes (recém-eleita), entrou em contato com a Associação Dakila Pesquisas através do Urandir Fernandes de Oliveira propondo uma parceria para reconstruir as pontes levadas pelas águas. Junto a eles contribuindo com mão de obra, membros da Associação de Boa Sorte uniram forças para a execução das obras. Desta forma, estão conseguindo reerguer uma por uma para colocar um fim no transtorno causado, atendendo as necessidades da população local e dos turistas que visitam constantemente a Associação Dakila e a Cidade Ziguratz. Parcerias como estas beneficiam a todos. Um exemplo de como a união faz a diferença.