Pesquisas


Nova Estação de Pesquisas brasileira na Antártica – Comandante Ferraz

No inicio de Janeiro de 2020, foi inaugurada a nova “Estação Antártica Comandante Ferraz” (EACF), com tecnologia de ponta para realizar diversas pesquisas científicas. A estação fica no continente gelado da Antártica, mais precisamente na Península Keller, situada na Ilha Rei George. A nova estação conta com uma área de 4,500m², com 17 laboratórios totalmente equipados para atender todos os pesquisadores e cientistas brasileiros. Toda a estrutura foi dividida em 03 blocos, dois deles são para a parte de pesquisas, refeitórios e demais estruturas necessárias para o convívio e hospedagem. E um bloco destinado para o controle técnico de toda a base. A execução de toda essa obra levou três anos, pois as condições climáticas severas precisaram ser respeitadas, sendo sempre realizada os transportes e construção no Verão Antártico, que acontece entre Outubro e Abril de cada ano. Agora o Brasil conta com uma das estações para pesquisas e experimentos científicos mais modernas de todo o continente gelado. Para mais informações, entre no site da EACF (clique aqui)

Estação Militar de Pesquisas Comandante Ferraz - dakila pesquisas terra convexa

“Movimento das estrelas é diferente do que diz a astronomia”, afirma Urandir

“O movimento das estrelas é totalmente diferente do que a astronomia nos fala e é incompatível com o formato esférico do planeta, corroborando e respaldando a pesquisa Terra Convexa”, afirma Urandir Fernandes de Oliveira, pesquisador e presidente da Associação Dakila Pesquisas. Segundo ele, isso já pode ser provado com o material coletado pelos pesquisadores brasileiros e estrangeiros desta e de outras instituições, ao longo dos últimos 10 anos sobre as anomalias não explicadas pela ciência sobre os astros. A primeira fase dos estudos científicos resultou no lançamento mundial do documentário Terra Convexa, em março do ano passado, que demonstrou que a Terra é plana nas águas e convexa nos continentes. O documentário, a metodologia e a tecnologia empregadas estão disponíveis no site terraconvexa.com.br. A segunda etapa, prevista para ser revelada em 2020, envolve as trajetórias, distâncias e grandezas do Sol e da Lua e também dos planetas e estrelas. Entre os dias 26 e 30 de setembro, a equipe esteve em Uruaú (CE). “Escolhemos este local pela posição geográfica. Com sete câmeras monitoramos as imagens das estrelas e dos astros no período da noite e o movimento do sol no período do dia, depois mapeamos tudo. Cada equipamento é posicionado numa inclinação e angulação específica de acordo com as coordenadas celestes”, explicou o pesquisador Alessandro Oliveira. As câmeras foram adaptadas com baterias de alto rendimento para durar até 12 horas em atividade ininterrupta. Algumas também passaram por modificações nas lentes e filtros internos para captar frequências de infravermelho e ultravioleta, […]


Ratanaba: a capital do mundo

Ratanaba a capital do mundo Ratanabá. Palavra do idioma Irdin que significa “dos reinos para o mundo” Ratan= imperadores, império, império dominante. Kinaba = mundo, mundos ou “os que transitam entre os mundos”. A junção das duas palavras Ratanabá significa “do Império para o mundo” ou “dos reinos para o mundo” ou “capital do mundo” Irdin= O primeiro idioma da terra falado pelos Muril A civilização dos Muril foi a primeira que chegou na terra há 600 milhões de anos atrás. Os Muril ficaram aqui até um pouco antes da elevação dos Andes, por volta de 450 milhões de anos atrás. Se estabeleceram por um período de 150 milhões de anos mapeando e demarcando o nosso planeta. O objetivo deles não era colonizar, porém trouxeram pessoas para ajudar no seu trabalho. O Império central dos Muril ficava na região onde hoje existe a Floresta Amazônica. Esse Império que era o centro de toda a civilização, a capital do mundo, era chamado de Ratanabá. Após a finalização do trabalho de mapeamento, os Muril foram embora deixando suas construções e tecnologias. Como nosso planeta era muito bonito, muitos dos trabalhadores e descendentes diretos dos Muril escolheram ficar na Terra. Quando ocorreu a elevação dos Andes devido ao choque de um grande corpo celeste que caiu na Terra, houve a elevação da placa tectônica de todo o continente, o que ocasionou o alagamento da região do Ratanabá, perdendo 30% de sua planicidade. Em função disso todos os rios da região que originalmente iam […]


Kion Cosmetics é a vencedora do “Trophy Awards 2019” no Castelo de Caras, nos Estados Unidos

A linha de cosméticos da marca Kion que tem sua origem em terras sul-mato-grossenses acaba de receber o reconhecimento internacional. Os produtos de beleza fabricados pela BKC – Brazilian Kimberlite Clay – presidida pelo empresário e pesquisador Urandir Fernandes de Oliveira, foram os grandes vencedores do “Trophy Awards 2019”, evento que é realizado anualmente no Castelo de Caras, no estado de Nova York, Estados Unidos. O empresário Urandir Fernandes, acompanhado dos diretores da BKC Luciano Didier, Alan Oliveira e Urian Ferraciolli, receberam o prêmio que valoriza a argila extraída no município de Corguinho como base da fabricação dos cosméticos, o troféu coroa com êxito um trabalho iniciado em território de Mato Grosso do Sul e a cada ano que se passa se alastra pelo mundo afora.


Pesquisadores de Dakila estudam anomalias dos astros na África do Sul e Islândia

Pesquisadores do Dakila Pesquisas estiveram na África do Sul, entre os dias 25 e 30 de outubro, para realizar estudos científicos sobre as trajetórias, distâncias e grandezas do Sol e da Lua e também dos planetas e estrelas. “Fizemos pesquisas mais detalhadas sobre as anomalias não explicadas pela ciência e os resultados serão apresentados no nosso segundo documentário, conforme prometemos no documentário Terra Convexa, lançado em março deste ano”, explica Urandir Fernandes de Oliveira, presidente do Dakila Pesquisas. Eles estiveram próximos à cidade de Joanesburgo e, também, da cidade de Pretória, onde foram ao Rádio Observatório de Sarao. “Conversamos com a astrônoma Marion West que nos passou várias informações sobre as pesquisas e parcerias deste centro astronômico, que serve de apoio inclusive para o SKA, um empreendimento gigantesco que será o maior radiotelescópio do mundo. Além disso, fizemos diversas medições utilizando nosso equipamento de ponta”, disse Urandir. Para estudar os astros, a equipe está mapeando toda a Terra e marcando seus principais quadrantes. Começaram pela Islândia, onde visitaram as cidades de Akureyri e Reykjavic e puderam acompanhar o fenômeno Aurora Boreal. De lá, seguiram para a África do Sul, e os próximos lugares visitados serão na América Latina e Oceania. “Estamos aproveitando os recursos tecnológicos abundantes que temos hoje que proporcionam rapidez, eficiência, precisão e são muito acessíveis. Isso tudo, ao contrário dos cientistas do passado que não dispunham destas ferramentas”, esclarece o pesquisador Alessandro Oliveira. A equipe aproveitou a ida à África do Sul para visitar Maropeng, que é […]


Qual o azeite ideal

Que o azeite faz bem à saúde todos já sabem, porém, a cada dia que passa aumenta a variedade de tipos de azeite que são vendidos nas prateleiras dos supermercados. Porém, qual realmente é o mais adequado para o nosso consumo? Quais detalhes eu devo me atentar e que vão fazer toda a diferença na hora da minha compra? Detalhes que você deve se atentar: A primeira opção a ser descartada são os azeites que estejam em embalagem de vidro transparente. Como a luz atinge-os com facilidade, a gordura boa sofre uma oxidação. Fique longe das embalagem de lata, pois aquele metal possui algumas toxinas             (conhecidas como xenobióticos), que são facilmente atraídas pelo azeite que está dentro do recipiente tornando-os tóxicos. Lembre-se: toda química é solúvel em gordura boa. Especificações corretas de um azeite ideal a ser consumido: Procure por recipientes de vidro escuro. Este detalhe impede que a luz entre em contato           com o produto. Outro fator que deve ser ressaltado e que você deve ter como hábito, é o de ler os           ingredientes que constam no rótulo. Pois, para os fabricantes economizarem no processo de fabricação do produto e lucrarem ainda mais nas vendas, várias empresas estão misturando outros tipos de óleos junto aos azeites. Um óleo que é muito comum encontrarmos na lista de ingredientes, é o óleo de soja. Então, se você não tem o costume de ler estes detalhes, possivelmente […]


Réplica de Saqqara no Brasil

O que teria levado as antigas grandes civilizações ao redor do planeta construírem pirâmides? que conhecimento eles possuíam para erguerem esses monstruosos monumentos? seriam para fins ritualísticos ou tinham um propósitos ainda desconhecido por nós? Pesquisas recentes mostram que essas construções foram feitas em locais específicos e escolhidos com precisão matemática levando em consideração a malha eletromagnética terrestre. Partindo de diversas pesquisas teóricas e em campo através de expedições, um grupo brasileiro de pesquisadores sediado em Corguinho no Mato Grosso do Sul dedica-se a comprovar cientificamente a utilização das pirâmides no campo quântico. A equipe de pesquisa do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) coletou ao longo dos últimos 18 anos diversas informações e dados nas construções escalonadas e piramidais ao redor do mundo e também em geoglifos cifrados, o que levou a concluir que todas as grandes civilizações usaram essas construções para a geração de energia, sendo a principal delas a energia taquiônica. Para poder comprovar cientificamente, o grupo projetou e construiu uma réplica em escala menor da pirâmide de Saqqara do Egito. Em fase final de acabamento, a réplica também foi construída em um importante ponto nevrálgico da malha eletromagnética da Terra, localizado na Cidade Zigurats em Corguinho. O objetivo desse projeto, segundo seu responsável, Urandir Fernandes de Oliveira, é comprovar na prática o que hoje é apenas teoria sobre a teoria das cordas e a energia taquiônica, comprovando cientificamente que a energia taquiônica é neutra, composta por pares de partículas com cargas elétricas opostas que se anulam e equilibram, […]


Fundamentos da Natureza

Os Fundamentos da Natureza são fragmentos da Ciência Lilarial. São compostos de sete pilares básicos (que não devem ser confundidos com as 7 forças físicas) São Eles: Magnetismo Densidade Pressão Luz Onda Moduladora Positiva Onda Moduladora Negativa Tempo Zero ou Tempo do Não Tempo ou Ondas Moduladoras Neutras Sendo o Magnetismo, a Densidade e a Pressão, forças já conhecidas pela ciência tradicional, e que fazem parte das sete Forças Físicas que regem o planeta terra, que são: Magnetismo, Densidade, Pressão, Campo Magnético, Força escalar, Força Forte e Força Fraca. Importante salientar que as Sete Forças Físicas são derivadas dos Fundamentos da Natureza, e parte delas ainda são desconhecidas pela ciência tradicional. A força Modular Positiva, Negativa e Neutra (Tempo Zero) compõe a energia primária de criação, que tem comportamento ondulatório. Essas forças são estudadas pela ciência lilarial, e permeiam tudo o que existe. A Luz é uma frequência de uma onda e também possui comportamento ondulatório. O MDPL (Magnetismo-Densidade-Pressão-Luz) é parte dos fundamentos da natureza intensificados seletivamente em um período determinado de tempo. Os Fundamentos da Natureza também são responsáveis por determinar a trajetória dos corpos celestes no tecido cósmico (Dança dos Corpos) e também pelo Giro da Galáxia (movimento espiral). Os Fundamentos da Natureza geram padrões. Cada padrão segue uma lei própria, que pode ou não ser influenciada por outras leis, alterando assim o padrão original. Cada padrão, mesmo sendo influenciado por outro, tende sempre a voltar ao seu padrão inicial (primário). No Planeta Terra podemos observar esses padrões em […]


Dakila Lança Documentário Comprovando o Real Formato da Terra

Questionamentos sobre o formato da Terra são recorrentes na história da humanidade. Em função de uma série de fenômenos naturais que contradizem os ensinamentos acadêmicos, cientistas brasileiros do Dakila Pesquisas decidiram investigar essas inconsistências. Em sete anos de estudos, foram realizados experimentos científicos, em diferentes pontos no mundo, com acompanhamento de instituição governamental e de profissionais de vários segmentos. Os resultados estão apresentados no longa-metragem Terra Convexa – O Documentário. A pré-estreia, para convidados, ocorreu no dia 26 de março, às 19h30, no cinema do Shopping Eldorado, em São Paulo (SP). Três dias depois, o documentário foi lançado no site terraconvexa.com.br em português, inglês e espanhol. Segundo Urandir Fernandes de Oliveira, fundador de Dakila Pesquisas, a tese de que a Terra é redonda foi derrubada por sete experimentos: geodésico, que consiste em medir dois prédios com ampla distância, tendo como referência o nível do mar; experimento a laser para verificar a planicidade das águas; nivelamento das águas; Distorções óticas relacionadas a processos reflexivos; experimento de barcos na linha do horizonte; experimentos da gravidade e dos corpos celestes. Para realizar o experimento geodésico foram medidas a base e o topo de um prédio em Torres (RS) e em Natal (RN). Engenheiros do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) participaram da ação. Um laser de longo alcance foi usado para medir a planicidade das águas na Represa de Três Marias (MG); na Lagoa dos Patos (RS), no Lago Titicaca, no Peru; e nos mares de Ilhabela (SP) e do estreito […]


Piramide é Construída Para Estudo de Física Quântica

O que teria levado as antigas grandes civilizações ao redor do planeta construirem pirâmides? que conhecimento eles possuíam para erguerem esses monstruosos monumentos? seriam para fins ritualísticos ou tinham um propósitos ainda desconhecido por nós? Pesquisas recentes mostram que essas construções foram feitas em locais específicos e escolhidos com precisão matemática levando em consideração a malha eletromagnética terrestre. Partindo de diversas pesquisas teóricas e em campo através de expedições, um grupo brasileiro de pesquisadores sediado em Corguinho no Mato Grosso do Sul dedica-se a comprovar cientificamente a utilização das pirâmides no campo quântico. A equipe de pesquisa do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) coletou ao longo dos últimos 18 anos diversas informações e dados nas construções escalonadas e piramidais ao redor do mundo e também em geoglifos cifrados, o que levou a concluir que todas as grandes civilizações usaram essas construções para a geração de energia, sendo a principal delas a energia taquiônica. Para poder comprovar cientificamente, o grupo projetou e construiu uma réplica em escala menor da pirâmide de Saqqara do Egito. Em fase final de acabamento, a réplica também foi construída em um importante ponto nevrálgico da malha eletromagnética da Terra, localizado na Cidade Zigurats em Corguinho. O objetivo desse projeto, segundo seu responsável, Urandir Fernandes de Oliveira, é comprovar na prática o que hoje é apenas teoria sobre a teoria das cordas e a energia taquiônica, comprovando cientificamente que a energia taquiônica é neutra, composta por pares de partículas com cargas elétricas opostas que se anulam e equilibram, […]


Ciência Lilarial e os Fundamentos da Natureza

Os Fundamentos da Natureza são fragmentos da Ciência Lilarial. São compostos de sete pilares básicos (que não devem ser confundidos com as 7 forças físicas) São Eles: Magnetismo Densidade Pressão Luz Onda Moduladora Positiva Onda Moduladora Negativa Tempo Zero ou Tempo do Não Tempo ou Ondas Moduladoras Neutras Sendo o Magnetismo, a Densidade e a Pressão, forças já conhecidas pela ciência tradicional, e que fazem parte das sete Forças Físicas que regem o planeta terra, que são: Magnetismo, Densidade, Pressão, Campo Magnético, Força escalar, Força Forte e Força Fraca. Importante salientar que as Sete Forças Físicas são derivadas dos Fundamentos da Natureza, e parte delas ainda são desconhecidas pela ciência tradicional. A força Modular Positiva, Negativa e Neutra (Tempo Zero) compõe a energia primária de criação, que tem comportamento ondulatório. Essas forças são estudadas pela ciência lilarial, e permeiam tudo o que existe. A Luz é uma frequência de uma onda e também possui comportamento ondulatório. O MDPL (Magnetismo-Densidade-Pressão-Luz) é parte dos fundamentos da natureza intensificados seletivamente em um período determinado de tempo. Os Fundamentos da Natureza também são responsáveis por determinar a trajetória dos corpos celestes no tecido cósmico (Dança dos Corpos) e também pelo Giro da Galáxia (movimento espiral). Os Fundamentos da Natureza geram padrões. Cada padrão segue uma lei própria, que pode ou não ser influenciada por outras leis, alterando assim o padrão original. Cada padrão, mesmo sendo influenciado por outro, tende sempre a voltar ao seu padrão inicial (primário). No Planeta Terra podemos observar esses padrões […]