admin


Possível vida microbiana extraterrestre: Fosfina é encontrado em Vênus

Há algo curioso nas nuvens de Vênus. Telescópios detectaram concentrações altas de moléculas de fosfina — uma substância química com odores fortes e inflamável, geralmente associada a fezes, a gases e à atividade de deterioração por microorganismos — em uma camada atmosférica muito acima da superfície escaldante do planeta. A descoberta é curiosa porque, aqui na Terra, a fosfina está sempre associada a criaturas vivas, tanto como um subproduto dos processos metabólicos ou de tecnologias humanas como os laboratórios de metanfetamina. Apesar de ser tóxica para muitos organismos, a molécula foi apontada como uma assinatura clara de vida, porque é muito difícil que seja produzida através de processos geológicos ou atmosféricos. Vênus é um planeta infernal, coberto por nuvens de ácido sulfúrico e possuindo pressões superficiais opressivas e temperaturas quentes o suficiente para derreter chumbo. Mas essa camada de nuvem em particular onde a fosfina está presente é relativamente agradável, desfrutando de muita luz solar e de pressão atmosférica e temperatura semelhantes às da Terra. Os resultados terão de ser checados com cuidado pela comunidade científica. Ainda assim, é provavel que os dados despertem um interesse renovado na exploração de nosso planeta irmão tão próximo. “É uma descoberta muito interessante porque a fosfina não se encaixa em nossas ideias sobre quais substâncias químicas deveriam existir na atmosfera de Vênus”, diz Michael Wong, astrobiólogo da Universidade de Washington. O cientista planetário Sanjay Limaye da Universidade de Wisconsin–Madison concorda. “O resumo é que nós não sabemos o que está acontecendo”, ele diz. […]


Dakila Pesquisas e a Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal visam parceria

Dakila Pesquisas e a Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal estão em tratativas visando parceria para levantar o acervo cultural e turístico das construções milenares existentes na Amazônia. Reunião de trabalho neste sentido foi realizada na sexta-feira dia 11 de setembro entre o secretário Especial de Cultura, Mário Frias, o deputado federal Roberto de Lucena (PODE/SP); a assessora de Imprensa, Camila Cortez e o presidente de Dakila, Urandir Fernandes de Oliveira, quando foram abordados temas ligados ao Caminho do Peabiru e Ratanabá, a antiga capital do mundo. Deputado Roberto de Lucena, Presidente de Dakila Urandir, Ministro Mário Frias e assessora de imprensa Camila Cortez. Estão localizados no coração da Amazônia diversas ruínas e construções que remetem às primeiras civilizações que estiveram na Terra, entre elas a desconhecida Muril que construiu edificações padronizadas em todos os continentes posteriormente relacionadas como templos e fortalezas pelos historiadores. O Caminho do Peabiru que na língua tupi, “Pe” tem o significado de caminho e “abiru” gramado amassado e em Irdin (o idioma universal que antecede a primeira língua falada na Terra, a “acadiana”) quer dizer caminho para dentro, são antigos trechos utilizados por diversas civilizações desde muito antes do descobrimento do território americano por países europeus, ligando todo o litoral brasileiro passando por países sul americanos até chegar ao monte Nemrut na Turquia. Em breve uma comissão de ambas as partes visitará vários pontos da região amazônica para realizar grandioso projeto voltado ao turismo científico e cultural na Amazônia.  


O Pantanal não queima.

Como é que o Pantanal, a maior planície alagada do planeta está em chamas? Mais uma vez as mídias nacionais e internacionais tentam mostrar uma realidade bem diferente do que acontece no Brasil. Enquanto tentam difamar nossa competência em preservar a natureza e biomas excepcionais, que fazem parte das inúmeras riquezas do nosso país, grandes companhias estrangeiras compram nossas terras produtivas e férteis. Algumas a preço de “banana”! Antes de apoiar àqueles que se dizem preocupados com o futuro do ecossistema, melhor verificar os fatos, ter uma visão 360 graus e entender tudo que está em jogo neste baralho com cartas marcadas. Qual será a próxima mentira? Vão queimar o que?


Lançada no Brasil Moeda Digital 100% Nacional

Mesmo em meio à crise da pandemia do novo coronavírus, as criptomoedas brasileiras têm registrado aumento no número de clientes. Da mesma forma que moedas como o Real possuem características físicas e numerações para evitar falsificações, as moedas digitais contam com mecanismos de segurança e integridade, como a criptografia, o que têm aumentado a confiança dos adeptos das moedas digitais ao longo dos últimos anos. Existem várias criptomoedas criadas no Brasil, cada uma com sua particularidade, foi lançada no Brasil  uma que se destaca, o BDM Digital. Seu principal diferencial é possuir plataforma própria, 100% desenvolvida em território nacional. Desenvolvido pela Associação Dakila Pesquisas, o BDM Digital visa oferecer à sociedade um mecanismo sólido e eficaz na promoção do desenvolvimento econômico e social. Um dos principais objetivos é aliviar alguns setores governamentais, no que diz respeito ao acesso de recursos financeiros, de modo que produtores, pequenos e grandes empresários, autônomos e corporações obtenham mais facilidades para atender suas demandas. Além destes setores, toda a população pode se beneficiar do BDM Digital para aumentar sua renda mensal, utilizando-se dos diversos recursos e ferramentas que ela oferece. “A vantagem de ter um blockchain próprio para o BDM Digital é não sofrer interferência de bancos, de governos, nem de ninguém que venha fazer especulação para aumentar ou diminuir o valor da moeda. Por esta razão decidimos desenvolver nossa própria plataforma, a primeira 100% nacional, para trazer mais segurança aos investidores”, afirma o idealizador da criptomoeda, Urandir Fernandes de Oliveira, presidente da Associação Dakila […]


Urandir Fernandes recebe Título de Cidadão Corguinhense

Urandir Fernandes de Oliveira recebeu, nesta quarta-feira (11), o Título de Cidadão Honorário e Benemérito de Corguinho (MS). A outorga ocorreu durante sessão solene em comemoração aos 66 anos de emancipação política do município, na Câmara Municipal. “Estou muito honrado em receber esta homenagem na nossa casa, que é Corguinho. Estamos sempre de braços abertos para novas parcerias e, agora, na condição de Cidadão Corguinhense, sinto-me ainda mais na obrigação de lutar pelo bem dos corguinhenses”, disse o presidente do Dakila Pesquisas. O vereador Reginaldo Alberto Nery, autor da proposta de outorga do título a Urandir em conjunto com o vereador Hélio Tenório de Araújo, destacou a importância do Dakila Pesquisas para Corguinho. “O Dakila Pesquisas é de grande importância para o nosso município. Quero agradecê-lo Urandir por, inúmeras vezes, ter atendido e acolhido o nosso povo”, disse Nery.   A Associação Dakila Pesquisas e o condomínio urbano Cidade Zigurats, situados na área rural de Corguinho, geram cerca de 350 empregos diretos e indiretos neste município, além de Rochedo, Terenos e toda a região de Boa Sorte. Em Campo Grande, por meio dos mais quase cinco mil associados ao Dakila e dos mais de nove milhões frequentadores não associados de todo o mundo, houve forte aumento no fluxo de pessoas no aeroporto e rodoviária, além de hotéis, mercados, restaurantes e no segmento de transportes, como táxi, Uber, aluguel de carro e van. No campo das ciências, a associação realiza diversas pesquisas científicas em diferentes áreas, especialmente genética e astronomia, e […]


Caravana Dakila movimenta Rochedo – MS com atividades esportivas e educativas

A Caravana Dakila Pesquisas movimentou quase mil pessoas em Rochedo no Mato Grosso do Sul, no último sábado (16). Parte das atividades de comemoração dos 71 anos do município, o evento foi promovido pela Prefeitura Municipal de Rochedo em parceria com a Associação Dakila Pesquisas, com o apoio da Câmara Municipal de Rochedo e do Grupo Impacto de Comunicação. Realizado no Ginásio Municipal, entre 12h e 19h, contou com diversas atrações, como apresentações musicais, show humorístico, jogos de futebol, futsal e de vôlei de areia. Os rochedenses também contaram com várias opções de barracas de comida e tiveram a oportunidade de interagir com o Bônus Dourado Mercantil (BDM), moeda social criada pelo Dakila. Entre as autoridades presentes, estava o prefeito de Rochedo, Juninho Ribeiro; o secretário de Educação, Esporte, Cultura, Turismo e Lazer, Marcos Larréia Alves; a secretária de Assistência Social, Edi Theodoro; o Diretor de Esportes, Reinaldo Ortiz; e o presidente da Câmara Municipal de Rochedo, Maguila.  O vereador Rene Sergio Lima de Moura, de Jaraguari, também prestigiou o evento, assim como vários integrantes do Núcleo do Dakila MS, como os coordenadores Ricardo França e Andrea Dihl, além de associados de diversas regiões do Brasil e do exterior. “Estamos muito felizes em recepcionar todos vocês. É um prazer enorme da Prefeitura de Rochedo recebê-los aqui porque sei que grande parte de vocês são rochedenses de coração”, disse o prefeito Juninho. O presidente da Câmara Municipal de Rochedo corroborou do mesmo sentimento. “É uma grande satisfação receber o Dakila aqui […]