Arquivo diário: 5 de julho de 2018


Já ouviu falar da MORINGA?

A moringa é uma árvore que deveria se tornar conhecida mundialmente imediatamente. Se este conhecimento for disseminado e compreendido na sua totalidade, dificilmente não encontraremos pelo menos uma muda desta planta na casa de todas as pessoas que buscam uma alimentação mais nutritiva no seu dia a dia. Hoje mesmo tendo conhecimento dos benefícios de cada alimento, dificilmente encontramos neles o valor nutritivo em sua totalidade. Os solos encontram tão infestados de diversas substâncias químicas tidas como necessárias para um bom cultivo agrícola, que todo mundo parece ter se esquecido dos malefícios e das consequências de ter um alimento extraído daquele local. A única solução seria se cada um pudesse ter acesso a alimentos plantados em uma propriedade que houvesse a supervisão de pessoas que compreendessem a seriedade deste assunto e que não cooperassem com este esquema global de desnutrir toda a população em prol do lucro excessivo que é exigido no sistema capitalista. Como nos dias atuais esta realidade se torna quase inexistente, a solução temporária seria aumentar o valor nutricional que ingerimos com este super alimento chamado Moringa. Ela é capaz de resolver no mundo a fome, a desnutrição e a miséria.    A Moringa Oleífera, entre todas as demais árvores, ou plantas de nosso planeta, é considerada um Tesouro Vegetal. Veja suas propriedades: São 92 nutrientes, 47 antioxidantes, 36 anti-inflamatórios e 19 aminoácidos. 27% de proteína a mais do que qualquer carne, superando leite, ovos, peixe, e principalmente a carne de boi. Contém todos os aminoácidos essenciais […]


Qual o azeite ideal

Que o azeite faz bem à saúde todos já sabem, porém, a cada dia que passa aumenta a variedade de tipos de azeite que são vendidos nas prateleiras dos supermercados. Porém, qual realmente é o mais adequado para o nosso consumo? Quais detalhes eu devo me atentar e que vão fazer toda a diferença na hora da minha compra? Detalhes que você deve se atentar: A primeira opção a ser descartada são os azeites que estejam em embalagem de vidro transparente. Como a luz atinge-os com facilidade, a gordura boa sofre uma oxidação. Fique longe das embalagem de lata, pois aquele metal possui algumas toxinas             (conhecidas como xenobióticos), que são facilmente atraídas pelo azeite que está dentro do recipiente tornando-os tóxicos. Lembre-se: toda química é solúvel em gordura boa. Especificações corretas de um azeite ideal a ser consumido: Procure por recipientes de vidro escuro. Este detalhe impede que a luz entre em contato           com o produto. Outro fator que deve ser ressaltado e que você deve ter como hábito, é o de ler os           ingredientes que constam no rótulo. Pois, para os fabricantes economizarem no processo de fabricação do produto e lucrarem ainda mais nas vendas, várias empresas estão misturando outros tipos de óleos junto aos azeites. Um óleo que é muito comum encontrarmos na lista de ingredientes, é o óleo de soja. Então, se você não tem o costume de ler estes detalhes, possivelmente […]