Category Archives : Ciência


Laser ajudará no monitoramento da atmosfera terrestre

Fonte: Site Inovação Tecnológica, com informações da ESA A agência espacial europeia (ESA) demonstrou a viabilidade de usar um raio laser para monitorar os gases com efeito estufa. O objetivo é usar o laser entre dois satélites no espaço. Para aferir a técnica, contudo, os experimentos foram feitos nas ilhas Canárias onde foram disparados feixes de laser de La Palma para Tenerife. Durante duas semanas, o céu noturno entre as duas ilhas iluminou-se de luz verde – o que parecia mais uma cena do filme Guerra das Estrelas do que uma experiência para compreender a atmosfera terrestre. Espectroscopia com infravermelho A experiência foi concebida para testar a técnica de “espectroscopia de absorção diferencial no infravermelho” para medições de grande precisão de gases como o dióxido de carbono e o metano. Esta técnica irá ligar dois satélites em órbita da Terra: um funcionará como transmissor e o outro como receptor. Enquanto o feixe viaja de um para o outro, a atmosfera é analisada. O Observatório del Roque de los Muchachos fez a transmissão dos dois feixes de laser, verde e infravermelhos, dirigidos para a estação de Tenerife. A técnica conhecida como “ocultação” baseia-se no acompanhamento de sinais de satélites à medida que estes surgem ou desaparecem no horizonte, e é um método bem estabelecido de estudo da atmosfera. Já a nova técnica usa lasers infravermelhos, em vez das micro-ondas usadas no método mais comum. No comprimento de onda certo, as moléculas da atmosfera alteram o feixe de laser. Esta informação pode ser […]

raio laser no monitoramento da atsmosfera - La Palma - Teenerife

Urandir UFO - Em busca de partícula de Deus - cern

Cientista Busca a Partícula de Deus

 Fonte: Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo GENEBRA – Apesar dos avanços na pesquisa científica, ainda conhecemos uma fração do funcionamento do universo. O alerta é do italiano Guido Tonelli, um dos dois líderes do projeto Compact Muon Solenoid (CMS), do Cern, que busca o bóson de Higgs e envolve 3 mil cientistas. O forte candidato ao Nobel, espera encontrar o elo perdido da física em um ano Nota da Redação do Projeto Portal: Como se sabe, e como já disse o ET Bilu, a nossa ciência, apesar de todo o avanço e toda a pesquisa, ainda desconhece as leis universais e tropeça em alguns parâmetros. O ET Bilu, ao revelar a teoria da Terra Convexa em seus continentes e nivelada nas águas, já disse, por exemplo,  que a Lei da Gravidade possui fatores que ainda não são conhecidos pela ciência da Terra e assim diversas outras questões do conhecimento humano, que ainda serão relevadas ou conhecidas pelo homem. O quebra-cabeça é gigantesco em todos os setores e esbarra em preconceitos, paradigmas e desafios ao nosso conhecimentoe. Toda a pesquisa que vise ampliar os horizontes é válida porque, como disse o cientista Guido Tonelli, “a vantagem de ser cientista é que sabemos o tamanho da ignorância da humanidade. Se encontrarmos o bóson de Higgs um dia, teremos desvendado apenas 4% do universo.” O CMS é uma câmera de 12,5 mil toneladas que tira fotos – com definição de 100 milhões de pixels – de choques de prótons que percorrem […]


Nasa avisa sobre chuva de meteoros em cima da hora

 Fonte: site da Nasa Science News Em oito de outubro a Terra deverá ser bombardeada por um fluxo de poeira oriunda do cometa 21P Giacobini-Zinner. “Estamos prevendo que cerca de 750 meteoros por hora”, diz Bill Cooke do escritório ambiental de meteoritos da NASA. Segundo ele, as regiões que poderão ser mais afetadas se localizam  no Oriente Médio, norte de África, partes da Europa e Estados Unidos.” O cometa 21P/Giacobini-Zinner foi fotografado em novembro 1998  por astrônomos em Kitt Peak.  Cada 6,6 anos  o Cometa Giacobini-Zinner  oscila através do sistema solar interno. A cada visita, ele estabelece um filamento estreito de poeira, que com o tempo forma uma rede de filamentos que a Terra encontra todos os anos no início de outubro. “Na maioria dos anos, passamos por espaços entre os filamentos, talvez apenas um ou dois passam por nós”, diz Cooke. “Ocasionalmente, porém, pode acontecer algo semelhante a fogos de artifício.” O ano de 2011 poderá ser um  desses momentos em que ocorrem  bombardeios de meteoros. Os meteorologistas da Nasa e de outras instituições concordam que a Terra está indo de encontro aos filamentos do cometa no próximo  dia oito. Múltiplos encontros devem produzir uma série de explosões variáveis  por volta de 16h00 hora universal (meio-dia EDT) com a maior atividade entre 19h00 e 21h00 UT (15h00 – 17h00 EDT). Os meteorologistas não têm certeza o quão forte a exibição será, principalmente porque o cometa teve um encontro com Júpiter no final de 1880. Naquele tempo, a atração gravitacional […]

urandir ufo chuva de meteoros

Urandir ufo - neutinos podem viajar mais rapido que velocidade da luz

Neutrinos podem ter viajado mais rápido que a luz

Quando, há poucos mais de um ano, cientistas do experimento Opera detectaram neutrinos transmutando-se de um tipo em outro, eles logo falaram da descoberta de uma “nova física”. E eles aparentemente já tinham nas mãos outros resultados ainda mais surpreendentes. Depois de dois anos de medições, e inúmeras revisões e checagens, eles finalmente resolveram compartilhar sua possível descoberta com outros pesquisadores. Segundo Antonio Ereditato, da Universidade de Berna, na Suíça, a equipe aparentemente detectou neutrinos viajando mais rápido do que a velocidade da luz.   Quebra da relatividade? Se neutrinos podem viajar mais rápido do que a velocidade da luz, então o preceito fundamental de que as leis da física são as mesmas para todos os observadores cai por terra.  A ideia de que nada pode viajar mais rapidamente do que a luz é um pilar da teoria da relatividade especial, formulada por Einstein. E esta teoria está na base de toda a física moderna. Isto sim, pode apontar para uma “nova física” – desde que os outros pesquisadores não encontrem erros no experimento e nas análises. “Nós tentamos por todos os meios descobrir um erro – erros triviais, erros mais complicados, efeitos impensáveis – mas não conseguimos encontrar nenhum,” disse Ereditato. Depois de tantos cuidados, ele e sua equipe afirmam ter alcançado um nível seis sigma, que indicaria uma descoberta científica realmente válida. Tudo vai depender do escrutínio que será feito nos dados por equipes de físicos do mundo todo. “Dadas as potenciais consequências de longo alcance desse resultado, medições independentes serão necessárias […]


Leis da Física variam ao longo do Universo

 Fonte: Site Inovação Tecnológica Um dos mais queridos princípios da ciência – a constância das leis da física – pode não ser verdadeiro. Um estudo publicado na mais conceituada revista de física, a Physical Review Letters, afirma que as leis da natureza podem variar ao longo do Universo. O estudo concluiu que uma das quatro forças fundamentais, o eletromagnetismo, parece variar de um lugar para outro. O eletromagnetismo é medido por meio da chamada constante de estrutura fina, simbolizada pela letra grega alfa (α).  Esta constante é uma combinação de três outras constantes: a velocidade da luz (c), a carga do elétron (e) e a constante de Planck (h), onde α = e2/hc. O resultado é cerca de 1/137, um número sem dimensão, o que a torna ainda mais fundamental do que as outras constantes, como a gravidade, a velocidade da luz ou a carga do elétron. Em termos gerais, a constante alfa mede a magnitude da força eletromagnética – em outras palavras, a intensidade das interações entre a luz e a matéria. Nota da Redação do Dakila Pesquisas: Os pesquisadores das Universidades de Nova Gales do Sul e Swinburne, na Austrália, e Cambrige, no Reino Unido, estão prestes a confirmar recente afirmação do ET Bilu, segundo a qual as leis de física conforme a conhecemos não estão totalmente adequadas, existindo outros mecanismos que influem no equilíbrio e movimento dos corpos e que há variantes e outras forças ou leis ainda desconhecidas que atuam nesse mecanismo, algumas delas provenientes de mundos […]

Urandir UFO - variacao-das-leis-da-fisica

Urandir ufo - aquecimento global grande farsa

Aquecimento Global Não Existe mas sim Mudanças Climáticas Previsíveis

Esqueça o aquecimento global – com o Ciclo solar 25 não precisa se preocupar (e se os cientistas da NASA estão certos o Tâmisa será de novo congelado) Um grande estudo, publicado em dezembro passado no Jornal de Física Atmosférica e Solar-Terrestrial mostra que as mudanças climáticas observadas desde 1850 até à data estão associados com cíclicos e previsíveis eventos naturais no sistema solar da Terra com a ajuda de uma pequena contribuição limitada do nosso lado. A pesquisa foi conduzida por Nicola Scafetta, um cientista da Universidade de Duke Cavity Radiometer atividade no Solar Lab Monitor (ACRIM), associado com o Jet Propulsion Laboratory da NASA, na Califórnia. Neste desafio de pesquisa as metodologias utilizadas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas ( IPCC ) e o uso de um “modelo de circulação geral do clima”(GCM) que ignorar essas influências principais, não reproduzem o ciclo climático observado de dez anos e da multi-década. Conforme descrito no documento, os modelos do IPCC não incorporam os efeitos da modulação das mudanças climáticas, como as nuvens. As nuvens são formadas sob a influência de raios cósmicos durante os períodos de atividade solar baixa. Na verdade, é bem conhecido que as nuvens tendem a tornar as condições mais frias. Situação testemunhada pelo “mínimo de Maunder” do século 17.  Pelo menos 50-70% do aquecimento observado no 20° século  pode estar associado a um aumento na atividade solar. Em seu estudo, o Dr. Scafetta cobra uma base de modelo astronômico, que reconstrói e relaciona […]


Meteoritos contêm componentes de DNA alienígena

 Fonte: Estadão O resultado da pesquisa ajuda a sustentar a teoria de que o ‘kit’ para a criação da vida da Terra veio pronto do espaço, entregue por colisões da Terra com cometas e meteorito. Pesquisadores da Nasa encontraram pistas de alguns dos elementos que formam o DNA em meteoritos vindos do espaço e puderam comprovar sua origem extraterrestre, segundo estudo divulgado pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences. O resultado da pesquisa ajuda a sustentar a teoria de que o “kit” para a criação da vida da Terra veio pronto do espaço, entregue por colisões da Terra com cometas e meteoritos. Nota da Redação Dakila Pesquisas: Ao que tudo indica, o início da vida na Terra está totalmente desvinculado das teorias religiosas do criacionismo e da teoria evolucionista de Charles Darwin, que parte do princípio de que o homem é o resultado de um lento processo de alterações (mudanças). Esta é a idéia central da evolução: os seres vivos (vegetais e animais, incluindo os seres humanos) se originaram de seres mais simples, que foram se modificando ao longo do tempo. Aos poucos, a pesquisa científica verifica que a origem da vida na Terra é muito diferente do que foi estudado e pesquisado até hoje. Onde esses estudos vão desembocar ainda não sabemos, mesmo porque a origem do homem ainda permanece um mistério já que a conhecimento humano ainda não conseguiu localizar o elo  e a origem das espécies.Talvez informações de super humanos ou inteligências de outros planetas […]

Urandir ufo - meteoritos contem dna alienigena

Urandir Fernandes de Oliveira - ufo, dakila, dakila pesquisas, atividade fisica, exercicio fisico, prolongamento da vida, envelhecimento, ciencia, tecnologia, mdpl

MDPL – Conheça essa Biotecnologia!

O que Significa MDPL? MDPL = Magnetismo, Densidade, Pressão e Luz. São quatro forças (somadas as outras que derivam delas e que se propagam) exercidas sob a Terra. A ciência tradicional confunde a gravidade com estas forças. Não existe a gravidade de um planeta, a força gravitacional, e sim estas quatro forças que atuam e que nos mantem firme na terra. Principalmente a PRESSÃO atmosférica. A Associação Dakila liderada por Urandir Fernandes de Oliveira após inúmeras pesquisas levando em consideração estas quatro forças, conseguiu desenvolver uma biotecnologia e a colocou em um ponto estratégico no espaço. Desenvolveram um aparelho que propaga estas forças direcionadas em um grupo de pessoas, com a finalidade de realizarem diversos experimentos e pesquisas sobre os efeitos dela sob o corpo do ser humano.   Como Funciona? As pesquisas acontecem toda vez que os associados se reúnem para realizarem diversas atividades físicas (pois quanto mais as pessoas se movimentam, quanto mais levam o seu corpo ao limite, mais elas conseguem absorver esta tecnologia). Dentre as atividades, foi criado um campeonato de futebol nomeado de Torneio MDPL. Enquanto está ocorrendo este torneio, um aparelho que manipula este conjunto de forças através de um biosatélite direciona partículas de feixes de luz fotônicos para quem esta em movimento. Estas energias estão disponíveis no espaço para todos nós, porém, a ciência tradicional ainda não sabe como manipular, juntar estas partículas e direcionar para um ponto específico. Esta tecnologia exerce uma certa frequência, libera alguns pulsos sequenciais. Elas interagem com a […]


Mapeamento geotécnico não é eficiente na prevenção de desastres

As consequências dos desastres naturais do Brasil evidenciam cada vez mais, a fragilidade do país para lidar com o assunto. Hoje, apenas 3,4% dos municípios possuem cartas geotécnicas, um instrumento essencial para prevenir catástrofes naturais. Segundo um levantamento do governo federal, 735 municípios em nove Estados brasileiros têm áreas com risco de deslizamento. Do total, apenas 25 dispõem de cartas geotécnicas dos morros e das encostas. As cartas revelam aspectos fundamentais do problema e podem servir de base para a aplicação de ações das autoridades responsáveis. Em outras palavras, o mapeamento faz uma análise técnica do tipo de solo e das rochas, e da declividade das encostas de determinado local, além do comportamento do terreno frente a uma possível ocupação urbana, ficando mais fácil detectar os riscos reais da região. É claro, que só o mapeamento detalhado de uma região não bastaria. Ele só serviria num trabalho conjunto com ações governamentais. De qualquer maneira é um bom começo no qual ainda estamos longe. “O Brasil não tem um levantamento completo, sistemático, permanente e os estudos de risco geológico são essenciais, são o principal instrumento de segurança”, explica o geólogo Renato Eugênio de Lima, diretor do Centro de Apoio Científico em Desastres da Universidade Federal do Paraná. No verão deste ano, a região serrana do Rio de Janeiro foi cenário do pior desastre natural da história do Brasil. Mais de 900 pessoas morreram em deslizamentos de terra concentrados em Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio […]

urandir ufo mapeamento geotecnico

Urandir - tempestade no sol_grande

Forte tempestade solar chega à Terra

Uma forte tempestade solar deve atingir a Terra nesta quinta-feira (08), com potencial para afetar redes elétricas, satélites de navegação GPS e rotas de aviões.A tempestade – a mais forte dos últimos cinco anos – vai liberar uma grande carga de partículas, segundo especialistas em meteorologia dos Estados Unidos. De acordo com eles, a tempestade foi provocada por grandes explosões que ocorreram no começo da semana. O efeito maior será sentido nos polos do planeta e com certeza deveráo ocorrer autoras. Aviões que passam por essas regiões precisarão desviar suas rotas. As pa rtículas solares chegam à Terra a 6,4 milhões de quilômetros por hora, segundo o centro meteorológico americano US National Oceanic and Atmospheric Administration (Noaa, na sigla em inglês). Imagens das regiões do Sol onde as explosões ocorreram revelam uma complexa rede de manchas, indicando que há quantidades enormes de energia magnética. Outras tempestades magnéticas foram observadas nas últimas décadas. Uma explosão solar enorme, em 1972, paralisou as linhas telefônicas do Estado americano de Illinois. A emissão de massa coronal teve nível KP6, considerado moderado, seguidos de outras quatro com mível KP5, também moderado. Os cientistas dizem que a tempestade solar, que começou no início da semana, está crescendo à medida que se afasta do sol, expandindo-se como uma bolha de sabão gigante. Quando ela atacar na manhã desta quinta-feira, as partículas irão se mover em 4 milhões de quilômetros por hora. – Vai nos bater bem no nariz – disse Joe Kunches, um cientista da Administração Nacional […]


Estudos apontam a possibilidade de um super sismo na Bolívia

 Fonte: Ciência Hoje Dois milhões de bolivianos estão expostos a um risco de tremor de terra que pode atingir uma magnitude de 8,9, um mega-sismo que seria 125 vezes mais forte do que as anteriores apontavam estimativas, segundo um estudo divulgado sexta-feira (08). A descoberta foi apresentada na revista científica britânica «Nature», que constitui uma surpresa para os próprios investigadores. “Ninguém suspeitava que os cálculos anteriores fossem subestimados”, sublinha Benjamin Brooks, geofísico da Universidade norte-americana de Hawai Manoa e principal autor deste estudo. Segundo os cálculos efetuados até agora, baseados na história sísmica relativamente calma da zona, a magnitude de um abalo de terra na região situada a leste dos Andes centrais não ultrapassaria 7,5. Mas uma análise minuciosa de dados GPS obtidos no flanco oriental da cadeia montanhosa sugere que as tensões subterrâneas que se acumulam há séculos poderão desencadear um sismo de magnitude entre 8,7 e 8,9. Estes dados mostram, de fato, que a zona situada a oeste da falha de Mandeyapecua, de orientação norte-sul, deslocou-se bastante mais que a zona situada a leste desta falha. De acordo com os investigadores, uma seção relativamente pouco profunda desta falha está bloqueada a cem quilómetros e é lá que se acumulam as tensões provocadas pelo embate de duas placas tectónicas situadas sob a região. “A ruptura de toda esta seção num único sismo poderia levar a um sismo de magnitude 8,9”, considerou Brooks. Salienta ainda: “Esperamos que estas informações sejam amplamente difundidas na Bolívia e tidas em conta pelas pessoas […]

urandir ufo - super terremoto pode ocorrer

Urandir UFO - depósito de terras raras encontrado no pacífico - mineração no mar

Depósito de Terras Raras encontrado em Oceano Pacífico

 Fonte: BBC e Inovação Tecnológica Pesquisadores japoneses dizem ter encontrado vastos depósitos de minerais de terras raras, utilizados em equipamentos de alta tecnologia, no solo do Oceano Pacífico.Geólogos estimam que existam atualmente 110 bilhões de toneladas de elementos raros no fundo do Pacífico. Os pesquisadores japoneses estimam ter encontrado entre 80 e 100 toneladas de minerais raros no leito oceânico a profundidades entre 3,5 mil e 6 mil metros abaixo da linha d’água. O Brasil tem uma das maiores reservas de terras raras do mundo, mas virtualmente sem exploração Atualmente, a China responde por 97% da produção de 17 metais provenientes de terras raras, muitas vezes chamados de “ouro do século 21″, por serem raros e valiosos.  O quase monopólio de produção exercido pela China levou o país a restringir o fornecimento dos metais raros no ano passado, durante uma disputa territorial com o Japão. Esses minerais são usados em iPods, TVs de tela plana, carros elétricos, mísseis, óculos de visão noturna, turbinas e imãs supercondutores, por exemplo. Além da China, as reservas são encontradas também na Rússia, em outras ex-repúblicas soviéticas, nos Estados Unidos, na Austrália e na Índia. Terras raras no mar A descoberta foi divulgada pela publicação científica britânica Nature Geoscience, que relatou que a equipe de cientistas comanda por Yasuhiro Kato, professor de geociências da Universidade de Tóquio, encontrou os minerais em 78 locais diferentes na lama oceânica do Pacífico. “Os depósitos contêm uma uma forte concentração de terras raras. Apenas um quilômetro quadrado dos depósitos será capaz de atender […]


Astronautas fotografam por do sol

Os seis astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional fotografaram um pôr do Sol na Terra visto do espaço. Os membros da expedição 27 registraram o momento em que a América do Sul anoitece. A foto foi feita por volta das 19:37, hora local,e foi divulgada em maio de 2011. Todos os dias os tripulantes vêem, em média, 16 vezes o Sol nascer e se por. Como estão desde março no espaço, e só devem descer em setembro, isso significa que terão passado por mais de três mil auroras e crepúsculos. Para alguém aqui na Terra, seriam necessários quase 10 anos para visualizar os fenômenos tantas vezes.  Artigo publicado em 2011-10-10 04:02:39.

Urandir ufo - astronautas fotografam por do sol

urandir ufo doce envelhece

Cuide da saúde: Acúcar Envelhece

Fonte: Tecmundo Pesquisa revelou que açúcar pode ser tão perigoso quanto álcool e cigarro. Sugestão é dificultar acesso a doces. Você é daquelas pessoas que não pode ver um bolo ou um brigadeiro que já fica com água na boca? Sempre possui uma bala ou um chiclete no bolso? Se a resposta for sim, aproveite cada segundo dessas guloseimas, pois elas podem se tornar ilegais. Não, ainda não temos uma proposta de lei querendo proibir a venda de doces rodando no senado de algum país, mas alguns cientistas já declararam apoiar essa ideia. Para eles, o açúcar pode ser tão perigoso quanto cigarros e bebidas alcoólicas e que, por isso, sua venda deveria ser igualmente restrita. Apesar de soar absurdo, a crítica é bem fundamentada. De acordo com o artigo The Toxic Truth About Sugar, publicado na revista Nature, a substância contribui para a morte de cerca de 35.000.000 de pessoas a cada ano e que, por isso, algumas leis deveriam ser criadas para impedir seu consumo excessivo. Um dos responsáveis pela pesquisa, Robert Lustig, afirmou que não é preciso cortar o açúcar de sua dieta, apenas maneirar nas doses, pois o uso exagerado pode realmente matar a pessoa aos poucos. Além disso, ele aponta que a grande quantidade de doces é uma das principais causas da obesidade infantil em todo o mundo e que uma restrição seria uma maneira mais eficiente de acabar com essa realidade, uma vez que a conscientização não mostrou resultados. A ideia de Lustig e […]


Tempo Mundial pode mudar em 2012

Fonte: BBC e site Inovação Tecnológica O tempo, tal como o conhecemos hoje, poderá não ser exatamente o mesmo tempo nos séculos que virão. Tanto que os cientistas da área estão discutindo uma nova definição da escala de tempo do mundo: o chamado Tempo Universal Coordenado (UTC). E a principal questão em debate é o segundo bissexto – mais especificamente, a abolição do segundo bissexto. Enquanto todo o mundo presta atenção aos anos bissextos, poucos sabem que uma “ajeitada” muito mais frequente no tempo, mas muito mais irregular, é feita constantemente (o segundo bissexto). Uma mudança que é essencial para manter o bom funcionamento dos sistemas de GPS, das telecomunicações, e até dos arquivos que você transfere pela internet. O segundo bissexto surgiu no início da atual era tecnológica, em 1972. Ele é adicionado para manter a escala de tempo medida pelos relógios atômicos em fase com a escala de tempo baseada na rotação da Terra. A razão para isto é que, enquanto os relógios atômicos, que usam as vibrações dos átomos para contar os segundos, são incrivelmente precisos, a Terra não é um cronometrista tão confiável quanto se acreditava – isto graças a uma ligeira oscilação que ela sofre conforme gira sobre seu próprio eixo: “Desde a década de 1920 já se sabe que o movimento da Terra não é tão constante como tínhamos pensado inicialmente,” explica Rory McEvoy, curador de “horologia” do observatório de Greenwich, no Reino Unido. Essa variação natural da Terra significa que as horas medidas pelos […]

Urandir - relogio atomico1