Grécia vai alugar sítios arqueológicos para combater a crise


Fonte: Jornal da Arqueologia

urandir ufo grecia aluga sitios arqueologicosNuma medida que deve deixar muitos gregos e estudiosos horrorizados, o Ministério da Cultura da Grécia informou que vai abrir alguns de seus mais emblemáticos sítios arqueológicos para empresas de publicidade e de outros setores.

O Ministério disse que a medida é uma forma sensata de ajudar a ‘facilitar’ o acesso às ruínas gregas e que o dinheiro gerado será usado na manutenção dos locais. O primeiro local a ser aberto será a Acrópole.
Iniciativas como esta são, há décadas, condenadas por arqueólogos como um sacrilégio. Mas o Ministério da Cultura disse que o aluguel de sítios históricos será sujeito a condições rigorosas. De acordo com instruções ministeriais datadas do final de dezembro, uma empresa comercial pode alugar a Acrópole para que fotografias profissionais sejam feitas no local por € 1.600 por dia. Manifestantes também poderão alugar locais históricos.
A Grécia precisa de cada euro que conseguir. Os cofres públicos estão vazios e o país luta para evitar um default histórico em março. A Grécia recebeu ajuda da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional em maio de 2010 e está no processo para receber um segundo pacote de resgate, embora enfrente problemas com credores privados para reduzir a sua monumental dívida.
O uso comercial de locais arqueológicos era, até agora, responsabilidade do Conselho Central de Arqueologia, que é extremamente criterioso na permissão de acesso.
Nas últimas décadas, apenas um seleto grupo de pessoas, dentre eles a cineasta Nia Vardalos e o diretor norte-americano Francis Ford Coppola receberam permissão para usar a Acrópole, enquanto a maioria dos pedidos para gravação de filmes e comerciais foi recusada. (Fonte: http://jornaldearqueologia.blogspot.com/2012/01/para-combater-crise-grecia-vai-alugar.html)

Artigo publicado em 2011-01-10 17:26:41.