Será que a Fluoretação Realmente é Necessária? Saiba a Verdade por Trás

Dentre as inúmeras pesquisas realizadas pela Associação Dakila liderada por Urandir Fernandes de Oliveira, hoje o tópico será sobre os malefícios do flúor. Quando se escuta essa palavra, a primeira informação que nos vem à mente é o poder dele de prevenir a cárie, correto? Sabendo disto, resolvemos conversar com uma dentista para saber da veracidade desta informação e para entender melhor o processo: Dra. Sonia Dias: “Podemos dizer que o esmalte dentário é uma capa dura de aproximadamente 2mm de espessura e que protege as partes internas do dente. Esta capa é constituída em sua maior parte de um mineral chamado hidroxiapatita. Esta camada de esmalte é de dureza comparável ao osso, mas em compensação é porosa suficiente para acumular bactérias. Após a ingestão de determinados alimentos (aqueles que contém açúcares/carboidratos), o Ph salivar torna-se imensamente ácido em presença das bactérias existentes na boca. Com isso, acontece uma desmineralização do esmalte dentário. Quando ingerimos o flúor, há uma interação química entre ele e a apatita do esmalte (hidroxiapatita) formando então a fluorapatita que é bem mais resistente ao Ph ácido. Por esse motivo ele é tido como “mocinho” na história da cárie dentária. Porém, os malefícios do consumo são imensos e existem outras formas para se precaver sem ter tanto prejuízo, sendo uma delas a mudança na alimentação. Eu sempre pesquisei sobre o Flúor, e optei por nunca o utilizar no meu consultório. Aproveito a presença dos meus pacientes para os conscientizarem e para diminuírem a ingestão desta substância […]

Toddler smiling while brushing her teeth

Urandir UFO- base-antartida

Pesquisador Afirma: Interesse na Antartida não é Científico

Fonte: INFO O incêndio na base brasileira Estação Antártica Comandante Ferraz, em fevereiro, levantou questões sobre a importância das pesquisas científicas realizadas no continente e quais os impactos que o acidente traz para o Brasil. Dr. Luiz Carlos Molion, membro da OMM (Organização Meteorológica Mundial) e professor de climatologia da Universidade Federal de Alagoas, esteve envolvido com o PROANTAR (Programa Antártico Brasileiro) entre 1984 e 1987. Em entrevista para INFO, Molion esclarece quais os reais interesses brasileiros na Antártica. Molion: Há 110-150 milhões de anos, estima-se que a Antártica pertencia a região equatorial, que vai do oeste da Amazônia às Ilhas Galápagos. Era um local com florestas densas e vulcões, com riqueza de minerais preciosos e raros, como ouro e, possivelmente, petróleo, já que biomassa é uma das fontes de petróleo. Há 30-50 milhões de anos, a Antártica se posicionou no Polo Sul e começou a acumular gelo. Mas, seu território riquíssimo é o que atrai os países. O Tratado da Antártica, em 1959, diz que a região não pertence a nenhum país em particular e que seria reservada para atividades pacíficas, como pesquisas científicas. Porém, parece estar claro que, quem não marcar sua presença com pesquisas no território ficará fora quando o “bolo” for repartido. Eu acho que não há interesse brasileiro real em pesquisas na Antártica. Existe, sim, o interesse geopolítico, para ter sua fatia do “bolo” quando daqui há décadas os recursos naturais do continente forem explorados. INFO: Quantos projetos, em média, eram mantidos na Estação? Algum […]


Pare de Aquecer os Seus Alimentos no Micro-ondas – A Sua Saúde Agradece

Até quando as pessoas irão continuar na ignorância sacrificando a sua saúde em troca da conveniência do microondas? Se você não sabe do que estou falando, continue a ler esta matéria e informe-se. Podemos encontrar o micro-ondas em 90% dos lares dos americanos. Ao questionarmos cada pessoa sobre o que levou ela a adquirir este forno, a explicação lógica é a sua conveniência e a eficácia na hora de economizar energia. Pois, foi esta informação que chegou até ela através da mídia e de todas as plataformas que ela tem acesso. E se eu te contasse outra versão? Acredite, o alimento que entrar em contato com ele, não importa quão saudável seja, perderá todos os seus nutrientes. Um exemplo: você chega em casa no final do dia cansado, e quer esquentar a comida que sobrou do almoço. Opta pela sua conveniência e esquenta arroz, feijão, carne, brócolis e cenoura. Come aquela refeição pensando estar ingerindo uma alimentação balanceada, como te ensinaram nos noticiários. Porém, a grande questão é: no momento que aquela refeição entra em contato com aquela energia eletromagnética (ondas de luz ou ondas de rádio), ela é capaz de retirar 100% dos nutrientes e zerar a qualidade daqueles alimentos. Outro fator que deve ser levado em consideração, são os alimentos aquecidos em recipientes de plástico que liberam uma substância altamente tóxica chamada DIOXINA. Se você não sabe do que estou falando, acesse o link a seguir: http://www.urandir.com.br/2017/04/dioxina-tire-esta-toxina-do-seu-dia-dia.html Lembre-se disso da próxima vez que for esquentar a sua refeição ou a do seu filho, deixe a preguiça […]

urandir, urandir oliveira, urandir fernandes de oliveira, dakila, dakila pesquisas, perigo micro-ondas, microondas, nutricao, nutritivo, anti nutriente, saude, alimentacao saudavel, viva mais, prolongu

cinturao-de-fotons projeto portal

O Cinturão de Fotons

O Sistema Solar gira em torno de Alcione, estrela central da constelação de Plêiades. Esta foi a conclusão dos astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos. O nosso Sol, neste complexo, está localizado a aproximadamente 28 graus de Touro, e leva quase 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione. A divisão desta órbita por doze resulta em, aproximadamente, 2.150 anos, tempo de duração de cada era. Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (incluindo o nosso), que foi chamado de cinturão de fótons. Um fóton é um quantum (partícula) de energia eletromagnética, sendo a mais ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se tem pouco conhecimento na Terra. O fenômeno do Cinturão de Fótons é um fenômeno astronômico. Percebido pela primeira vez em 1961, detectado através de satélites, a descoberta do Cinturão de Fótons, marca o início de uma expansão da consciência além da terceira dimensão. Essa precessão do nosso sistema solar em sentido anti-horário ao redor de Alcione é um fenômeno cíclico e dura, aproximadamente, 25.650 anos. Para cada órbita completa em torno de Alcione, nosso Sistema Solar mergulha por duas vezes nesse anel de micro partículas de radiação, uma vez para o norte e uma vez para o sul. A passagem por este “anel de fótons” leva, aproximadamente, 2000 anos. Estudos indicam que […]


Tempo Mundial pode mudar em 2012

Fonte: BBC e site Inovação Tecnológica O tempo, tal como o conhecemos hoje, poderá não ser exatamente o mesmo tempo nos séculos que virão. Tanto que os cientistas da área estão discutindo uma nova definição da escala de tempo do mundo: o chamado Tempo Universal Coordenado (UTC). E a principal questão em debate é o segundo bissexto – mais especificamente, a abolição do segundo bissexto. Enquanto todo o mundo presta atenção aos anos bissextos, poucos sabem que uma “ajeitada” muito mais frequente no tempo, mas muito mais irregular, é feita constantemente (o segundo bissexto). Uma mudança que é essencial para manter o bom funcionamento dos sistemas de GPS, das telecomunicações, e até dos arquivos que você transfere pela internet. O segundo bissexto surgiu no início da atual era tecnológica, em 1972. Ele é adicionado para manter a escala de tempo medida pelos relógios atômicos em fase com a escala de tempo baseada na rotação da Terra. A razão para isto é que, enquanto os relógios atômicos, que usam as vibrações dos átomos para contar os segundos, são incrivelmente precisos, a Terra não é um cronometrista tão confiável quanto se acreditava – isto graças a uma ligeira oscilação que ela sofre conforme gira sobre seu próprio eixo: “Desde a década de 1920 já se sabe que o movimento da Terra não é tão constante como tínhamos pensado inicialmente,” explica Rory McEvoy, curador de “horologia” do observatório de Greenwich, no Reino Unido. Essa variação natural da Terra significa que as horas medidas pelos […]

Urandir - relogio atomico1

Urandir UFO - Em busca de partícula de Deus - cern

Cientista Busca a Partícula de Deus

 Fonte: Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo GENEBRA – Apesar dos avanços na pesquisa científica, ainda conhecemos uma fração do funcionamento do universo. O alerta é do italiano Guido Tonelli, um dos dois líderes do projeto Compact Muon Solenoid (CMS), do Cern, que busca o bóson de Higgs e envolve 3 mil cientistas. O forte candidato ao Nobel, espera encontrar o elo perdido da física em um ano Nota da Redação do Projeto Portal: Como se sabe, e como já disse o ET Bilu, a nossa ciência, apesar de todo o avanço e toda a pesquisa, ainda desconhece as leis universais e tropeça em alguns parâmetros. O ET Bilu, ao revelar a teoria da Terra Convexa em seus continentes e nivelada nas águas, já disse, por exemplo,  que a Lei da Gravidade possui fatores que ainda não são conhecidos pela ciência da Terra e assim diversas outras questões do conhecimento humano, que ainda serão relevadas ou conhecidas pelo homem. O quebra-cabeça é gigantesco em todos os setores e esbarra em preconceitos, paradigmas e desafios ao nosso conhecimentoe. Toda a pesquisa que vise ampliar os horizontes é válida porque, como disse o cientista Guido Tonelli, “a vantagem de ser cientista é que sabemos o tamanho da ignorância da humanidade. Se encontrarmos o bóson de Higgs um dia, teremos desvendado apenas 4% do universo.” O CMS é uma câmera de 12,5 mil toneladas que tira fotos – com definição de 100 milhões de pixels – de choques de prótons que percorrem […]


Bilu no CQC

Bilu reaparece e arrasa no CQC. A matéria de Danilo Gentili foi fiel ao que ocorreu na fazenda durante a estadia da equipe. Bilu desapareceu no solo, flutuou, ficou translúcido e muito nítido no final da reportagem, mas não saiu da moita e Danilo não passou no teste para entregar a concha para ele. Quem passar no teste da concha irá apresentar as 49 raças para o mundo. Então o desafio continua: quem irá tirar Bilu de trás da moita para entregar a concha. Além do programa oficial do CQC desta segunda-feira, dia 8 de novembro, nós vamos mostrar os bastidores da reportagem e as cenas que não foram ao ar que, por sinal, são excelentes. Artigo publicado em 2011-02-25 01:41:04.

Bilu o et Brasileiro no Superpop Luciana Gimenez

Urandir UFO - raios gama detectados pelo telescopio Fermi

NASA: Telescópio Fermi encontra estrutura gigantesca em nossa galáxia

 Fonte: NASA Goddard Space Flight Center As recém descobertas  bolhas de raios gama se estendem por 50.000 anos-luz, ou aproximadamente metade do diâmetro da Via Láctea, de ponta a ponta. As bordas das bolhas foram primeiramente observadas em raios-X (azul) pelo satélite ROSAT, que caiu na superfície da Terra em 24 de setembro de 2011, uma missão operacional liderada pela Alemanha na década de 1990. Os raios  gamas foram  mapeadas pelo telescópio Fermi (na cor magenta)  se estendem muito além do plano da galáxia. A estrutura gigante dos raios-gama  foi descoberta por meio do processamento do Telescópio Fermi todo o céu da galáxia. A gigantesca bolha tem 1-10 bilhões de elétron volts. A estrutura emerge do centro galáctico e se estende a 50 graus norte e sul a partir do plano da Via Láctea, que mede o céu da constelação de Virgem à constelação de Grus. Quando um elétron se move perto da velocidade da luz  e atinge um fóton de baixa energia, a colisão diminui um pouco o elétron e aumenta a energia do fóton para o regime de raios gama. As bolhas exibem um espectro com energias mais altas do que o brilho de pico de raios gama difusos visto em todo o céu. Além disso, as bolhas mostram bordas afiadas em dados Fermi LAT. Ambas estas qualidades sugerem que a estrutura surgiu em um evento súbito e impulsivo, com um pulsar da galáxia. “O que vemos são dois raios gama emissores de bolhas que se estendem  a […]


Já Ouviu Falar da Dioxina? Talvez Você Também Esteja Intoxicado.

No Brasil, o assunto é praticamente desconhecido e talvez você também nunca tenha sequer escutado este nome um dia. A dioxina é uma família de substâncias químicas que contém carbono, hidrogênio e cloro. A encontramos em boa parte dos alimentos, nos produtos de higiene pessoal, em produtos de plástico (principalmente quando entram em contato com algum tipo de calor), etc. Produtos que passem por um processo brusco de branqueamento e posteriormente entrem em contato com o nosso corpo liberam esta toxina e por consequência, nós a absorvemos. Ela é mais um tóxico causador de uma série de adversidades na saúde, incluindo o retardamento no desenvolvimento e aprendizado, falta de memória, anormalidades no sistema reprodutivo e imunológico, diabetes e possui alto potencial cancerígeno. Sem saber do perigo que esta substância causa ao entrar em contato com o nosso corpo, milhares de pessoas do mundo inteiro compram alimentos que já vem aquecidos em embalagens de isopor. Para melhor exemplificar tamanho malefício, apenas uma marmita de isopor é capaz de liberar uma quantidade de dioxina que equivale a 5 meses consecutivos bebendo diariamente pelo menos 4 unidades de uma bebida aquecida e posteriormente adicionada em embalagens de plástico ou isopor. Pra piorar, você sabia que já vem sendo intoxicado desde criança (por falta de conhecimento) pelos seus pais? Pois dificilmente se encontra alguém que quando bebê não tomou mamadeira em uma embalagem de plástico aquecida. Como se não bastasse, o governo não se preocupa em regular o transporte de galões de água mineral […]

urandir, urandir oliveira, urandir fernandes, ufo, dakila, dakila pesquisas, dioxina, dioxin, mamadeira aquecida, mamadeira de plastico, plastico aquecido, agua aquecida no carro, absorventes, papel hi

Urandir ufo - guerras triplicaram

No Último ano as guerras triplicaram

Fontes: Deustche Welle e Pravda “Barômetro de conflitos” divulgado por Instituto de Heidelberg de Pesquisa Internacional de Conflitos apresentou resultados assustadores. Oriente Médio e África são principais celeiros de conflito. Especialistas alemães em pesquisa de conflitos fizeram um balanço dos choques mais violentos no mundo, com um resultado alarmante: no espaço de um ano, o número de guerras em curso mais do que triplicou. Conforme Natalie Hoffmann, do Instituto de Pesquisa Internacional de Conflitos de Heidelberg (HIIK, na sigla em alemão), é impossível detectar uma tendência em direção a um mundo mais pacífico. Ao invés disso, os números de 2011 foram os mais altos desde 1945. Os pesquisadores contaram 20 guerras e 166 “conflitos desenvolvidos de forma violenta”. O instituto alemão projeta um acréscimo nos próximos meses. No ano anterior, haviam sido registradas seis guerras e 161 conflitos violentos. Nota da Redação do Projeto Portal: Mais uma vez os números e as análises confirmam as informações passadas pelas 49 raças de inteligências de outros mundos parceiras do Projeto Portal ao seu presidente,Urandir Fernandes de Oliveira e a mais de 1.500 contatados. Há alguns anos os pesquisadores do Projeto Portal foram alertados sobre a ocorrência guerras civis em alguns países por diferentes motivos, bem como a ampliação da violëncia no mundo todo, inclusive a familiar. Mesmo vivendo em países diferentes, o medo é uma emoção dominante nas sociedades, seja pela violëncia nas ruas, bulliyng, entre amigos, etc. Esse quadro torna as pessoas cada dia mais propícias à manipulação e à incompreensão […]


Urandir – Galeria de Fotos

  Antigas Marcas de sapata de pouso de ovnis encontradas na floresta Amazônica durante expedição de Urandir e Projeto Portal               Urandir e Soldado do exército brasileiro durante a 2a expedição Zigurats – Projeto Portal à floresta amazônica           Urandir em entrevista à Edmo Garcia, no programa Pesquisa Ufológica na Rádio Manchete RJ                 Urandir mostra as marcas impressas em sua cama após sua abdução.             Urandir e Projeto Portal visitam aldeia indígena durante 2a expedição Zigurats na Amazônia.                 Urandir durante entrevista no Programa do ratinho do SBT.               Marcas rupestres encontradas na Amazônia durante expedição Zigurats Urandir e Projeto Portal. Artigo publicado em 2009-07-02 03:24:00.


Urandir UFO - aurora boreal vista nos EUA - michigan_strip

Sol acordando: aurora boreau nos EUA

 A maior explosão maior  solar em radiação  em seis anos atingiu a Terra no dia 24 de janeiro, tendo chegado ao nosso planeta partículas de alta energia atômica, dizem os cientistas,  o que poderia ter causado mau funcionamento de satélites de comunicação e redes de energia. O maior impacto ocorreu na área do Pólo Norte. Enquanto isso, nos Estados Unidos, registrou-se  o fenômeno da aurora boreal  que não era visto na região há anos e surpreendeu os especialistas . As zonas polares têm pouca proteção contra explosões de radiação solar, devido à estrutura do campo magnético da Terra. Aviões evitam se utilizar de rotas para o Norte polar porque tempestades de prótons podem interromper as comunicações de rádio de alta frequência, disse em uma entrevista o especialista da NOAA Weather Prediction Center, físico Doug Biesecker.  Equipamentos de alta precisão do GPS também podem ser afetados pela radiação solar, mas as pessoas comuns dificilmente notam os erros de posicionamento do GPS. Enquanto isso, as Luzes do Norte iluminou os céus da Escócia, norte da Inglaterra e Irlanda com auroras, o que é uma raridade para a região relativamente ao Sul. A luz das auroras ficou visível por alguns dias, mais de acordo com o diretor da seção de Aurora do British Astronomical Association, Ken Kennedy. A primeira tempestade solar deste ano foi registrado em 19 de janeiro pelo extra-magnetosfera satélite da NASA no Solar and Heliospheric Observatory SOHO, Solar Terrestrial Relations Observatory STEREO, e Advanced Composition Explorer ACE, que ocorreram após […]


Como funciona a mente Humana: Os Níveis Mentais

A mente humana é uma faculdade sensorial da inteligência. Sua função é captar informações que são armazenadas nos neurônios cerebrais pelos outros sentidos normais do ser humano. Nossa mente tem condições de captar e imprimir qualquer tipo de informação em uma célula viva. Através de nossa vontade, temos condições de entrar em sintonia com qualquer centro cerebral e levar à consciência a informação que se encontra ali armazenada. De acordo com as freqüências das ondas cerebrais, os níveis mentais estão dentro de três grupos: Nível astral No nível astral, a mente atua no consciente interior, ou seja, limitada ao campo energético do corpo (aproximadamente 7 metros de circunferência em torno do corpo) e em freqüências muito lentas, em baixas vibrações: a freqüência cerebral varia de 0,1 a 8 ciclos por segundo. A atuação do cérebro nos níveis do plano astral é desenvolvida naturalmente e automaticamente. Por exemplo, as pessoas atuam no plano astral quando meditam, choram e durante a maior parte do tempo quando dormem. E fazem isso de forma natural e automática. Neste plano, ocorre a imaginação e a criação, mas não a realização com bastante intensidade ou rapidez. Ocorre autocura, por exemplo, mas com lentidão. Uma vez que as freqüências cerebrais diminuem, as energias e sua proteção também reduzem, tornando a mente e o corpo vulneráveis às energias negativas – o que não ocorre no nível mental. Além disso, o plano astral não favorece o desenvolvimento da paranormalidade e evolução mental, pois a mente precisa estar constantemente em […]

projeto portal e urandir estudam a mente humana

urandir ufo chuva de meteoros

Nasa avisa sobre chuva de meteoros em cima da hora

 Fonte: site da Nasa Science News Em oito de outubro a Terra deverá ser bombardeada por um fluxo de poeira oriunda do cometa 21P Giacobini-Zinner. “Estamos prevendo que cerca de 750 meteoros por hora”, diz Bill Cooke do escritório ambiental de meteoritos da NASA. Segundo ele, as regiões que poderão ser mais afetadas se localizam  no Oriente Médio, norte de África, partes da Europa e Estados Unidos.” O cometa 21P/Giacobini-Zinner foi fotografado em novembro 1998  por astrônomos em Kitt Peak.  Cada 6,6 anos  o Cometa Giacobini-Zinner  oscila através do sistema solar interno. A cada visita, ele estabelece um filamento estreito de poeira, que com o tempo forma uma rede de filamentos que a Terra encontra todos os anos no início de outubro. “Na maioria dos anos, passamos por espaços entre os filamentos, talvez apenas um ou dois passam por nós”, diz Cooke. “Ocasionalmente, porém, pode acontecer algo semelhante a fogos de artifício.” O ano de 2011 poderá ser um  desses momentos em que ocorrem  bombardeios de meteoros. Os meteorologistas da Nasa e de outras instituições concordam que a Terra está indo de encontro aos filamentos do cometa no próximo  dia oito. Múltiplos encontros devem produzir uma série de explosões variáveis  por volta de 16h00 hora universal (meio-dia EDT) com a maior atividade entre 19h00 e 21h00 UT (15h00 – 17h00 EDT). Os meteorologistas não têm certeza o quão forte a exibição será, principalmente porque o cometa teve um encontro com Júpiter no final de 1880. Naquele tempo, a atração gravitacional […]


Afinal o universo tem um eixo central?

 Fonte: Redação do Site Inovação Tecnológica  Pesquisadores estão levantando dúvidas sobre a pressuposta simetria do Universo. Seus cálculos parecem sugerir que, no seu início, nosso Universo girava sobre um eixo central. E que esse movimento de rotação influenciou a formação das galáxias. Os físicos e astrônomos há muito tempo acreditam que o Universo tem uma simetria de espelho, como uma bola de basquete.A imagem espelhada de uma galáxia girando no sentido horário teria, obviamente, o sentido anti-horário de rotação. Mas se os astrônomos encontrarem um número maior de galáxias girando num sentido do que em outro, isto seria uma evidência de uma quebra de simetria, ou, no jargão da física, uma violação de paridade em escala cósmica. Nova pesquisa sugere que o formato do Big Bang pode ser mais complicado do que se pensa. Como há mais galáxias espirais girando em um sentido do que em outro, pode ser que o Universo tenha um eixo central de rotação Sentido de rotação das galáxias Para aferir isso, Michael Longo e uma equipe da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, catalogaram o sentido de rotação de dezenas de milhares de galáxias espirais fotografadas pelo projeto Sloan Digital Sky Survey, que faz a catalogação de galáxias e que recentemente divulgou a maior imagem já feita do Universo. E o grupo do Dr. Longo descobriu exatamente isso, que as galáxias têm uma “preferência” para girar em uma direção. Se todas as galáxias realmente girarem no mesmo sentido, para um observador no hemisfério norte da […]

Urandir UFO - simetria-galactica