Sol acordando: aurora boreau nos EUA

 A maior explosão maior  solar em radiação  em seis anos atingiu a Terra no dia 24 de janeiro, tendo chegado ao nosso planeta partículas de alta energia atômica, dizem os cientistas,  o que poderia ter causado mau funcionamento de satélites de comunicação e redes de energia. O maior impacto ocorreu na área do Pólo Norte. Enquanto isso, nos Estados Unidos, registrou-se  o fenômeno da aurora boreal  que não era visto na região há anos e surpreendeu os especialistas . As zonas polares têm pouca proteção contra explosões de radiação solar, devido à estrutura do campo magnético da Terra. Aviões evitam se utilizar de rotas para o Norte polar porque tempestades de prótons podem interromper as comunicações de rádio de alta frequência, disse em uma entrevista o especialista da NOAA Weather Prediction Center, físico Doug Biesecker.  Equipamentos de alta precisão do GPS também podem ser afetados pela radiação solar, mas as pessoas comuns dificilmente notam os erros de posicionamento do GPS. Enquanto isso, as Luzes do Norte iluminou os céus da Escócia, norte da Inglaterra e Irlanda com auroras, o que é uma raridade para a região relativamente ao Sul. A luz das auroras ficou visível por alguns dias, mais de acordo com o diretor da seção de Aurora do British Astronomical Association, Ken Kennedy. A primeira tempestade solar deste ano foi registrado em 19 de janeiro pelo extra-magnetosfera satélite da NASA no Solar and Heliospheric Observatory SOHO, Solar Terrestrial Relations Observatory STEREO, e Advanced Composition Explorer ACE, que ocorreram após […]

Urandir UFO - aurora boreal vista nos EUA - michigan_strip

Urandir UFO - variacao-das-leis-da-fisica

Leis da Física variam ao longo do Universo

 Fonte: Site Inovação Tecnológica Um dos mais queridos princípios da ciência – a constância das leis da física – pode não ser verdadeiro. Um estudo publicado na mais conceituada revista de física, a Physical Review Letters, afirma que as leis da natureza podem variar ao longo do Universo. O estudo concluiu que uma das quatro forças fundamentais, o eletromagnetismo, parece variar de um lugar para outro. O eletromagnetismo é medido por meio da chamada constante de estrutura fina, simbolizada pela letra grega alfa (α).  Esta constante é uma combinação de três outras constantes: a velocidade da luz (c), a carga do elétron (e) e a constante de Planck (h), onde α = e2/hc. O resultado é cerca de 1/137, um número sem dimensão, o que a torna ainda mais fundamental do que as outras constantes, como a gravidade, a velocidade da luz ou a carga do elétron. Em termos gerais, a constante alfa mede a magnitude da força eletromagnética – em outras palavras, a intensidade das interações entre a luz e a matéria. Nota da Redação do Projeto Portal: Os pesquisadores das Universidades de Nova Gales do Sul e Swinburne, na Austrália, e Cambrige, no Reino Unido, estao prestes a confirmar recente afirmação do ET Bilu, segundo a qual as leis de física conforme a conhecemos não estão totalmente adequadas, existindo outros mecanismos que influem no equilíbrio e movimento dos corpos e que há viariantes e outras forças ou leis ainda desconhecidas que atuam nesse mecanismo, algumas delas provenientes de […]


Urandir e Projeto Portal em parceria com Exército Brasileiro

Durante a segunda expedição à Amazônia o Projeto Portal recebeu apoio do Exército Brasileiro. Firmou-se então uma parceria nas pesquisas realizadas na floresta Amazônica. Na selva foram encontradas evidências de remotas civilizações rupestres e antigíssimas marcas circulares atribuidas a pouso de objetos voadores na antiguidade. Urandir Fernandes de Oliveira participou comandando a equipe Zigurats do Projeto Portal. Artigo publicado em 2009-07-05 17:03:00.


Bilu explica o formato da terra

Conforme prometido há 60 dias, o ET Bilu reapareceu na noite do dia 11 de junho na Fazenda Portal, município de Corguinho/MS para fazer sua primeira revelação à humanidade, gravando a informação durante conversa com o presidente da Associação Projeto Portal, o pesquisador e ufólogo Urandir Fernandes de Oliveira que, com certeza, vai causar muita polêmica no que se refere ao formato e à geografia terrestre.     O ET Bilu afirma que a Terra não é redonda, muito menos uma batata ou geóide, mas convexa nas formas continentais, com os mares nivelados em toda a sua borda coberta de gelo. E mais: a geografia terrestre é diferente do modelo que conhecemos principalmente no que se refere à posição dos continentes. O que vemos em relação ao formato da Terra não passa de ilusão de ótica.     Assista ao vídeo e entenda a teoria do ET Bilu sobre a Terra. Você concorda com isso? Os pesquisadores do Projeto Portal, junto com outros cientistas da área, farão os testes propostos pelo ET Bilu e irão divulgá-los na medida em que os mesmos forem concluídos. Bilu voltará com novas informações, não só sobre o formato da Terra, mas sobre a origem do homem, sobre Jesus Cristo, sobre Deus – o Arquiteto do Universo e muito mais. Artigo publicado em 2011-06-29 23:26:00.


Ufólogo Urandir Oliveira

Urandir Fernandes de Oliveira não é simples ufólogo. Ele é também contatado. Desde os 13 anos ele tem contato com seres extraterrestres vindos de diversos pontos do universo. São seres que tem seus corpos compostos por 20%  matéria e 80%  energia, o inverso do nosso corpo (80% matéria e 20% energia). Esses seres se locomovem em naves de alta tecnologia. Deles, Urandir recebeu alguns implantes que aceleram seu campo energético, facilitando-o a realizar fenomenos paranormais. Também Recebeu o compromisso de preparar a humanidade para acompanhar as mudanças futuras na Terra, que está evoluindo da terceira para a quarta dimensão. Os seres extraterrestres alertam para as mudanças climáticas e catástrofes que afetarão toda forma de vida no planeta. Além disso, os ets dão orientações para uma melhor qualidade de vida e sobrevivência, passando conhecimento sobre alimentação adequada, moradia, autocura, uso de remédios naturais, entre outras. Na sede do Projeto Portal Urandir realiza contatos frequêntes com os seres extraterres Artigo publicado em 2009-07-02 16:41:00.


Urandir lidera expedição Zigurats à França – Percorrendo os caminhos de Joana D’arc

Urandir Fernandes de Oliveira realizou uma expedição com outros pesquisadores do Projeto Portal em algumas localidades da França. O objetivo da expedição foi levantar informações sobre a famosa Joana D´arc. Para isso, o grupo percorreu boa parte da França, visitando desde Domrémy-la-Pucelle, o local de nascimento de Joana em 06 de janeiro de 1412, até a cidade de Rouem, local onde supostamente ela foi queimada viva em 30 de maio de 1431 com apenas 19 anos de idade. Descendente de camponeses modestos, foi uma mártir francesa canonizada pela Igreja Católica em 1920, quase cinco séculos após sua suposta morte. A pesquisa teve um cunho especial para a Equipe do Projeto Portal, pois foram encontrados indícios indiscutíveis que Joana D´arc conversava com “Anjos de Deus”, que na realidade seriam seres extraterrestres os quais passavam informações importantes. Por conta desses contatos foi perseguida pela Igreja e considerada por muitos séculos uma bruxa herege. Estranhamente após séculos de difamação a própria igreja que a perseguiu, acabou por canoniza-la como uma mártir e santa. Interessante é compararmos o que ocorreu na época com a perseguição que acontece com quem tem contatos com extraterrestres nos dias atuais. Exemplo simples disso resume-se na figura de Bilu, um ser de origem extraterrestre que já conversou com mais de mil pessoas e mesmo assim a mídia em peso difama e desacredita sua existência. Artigo publicado em 2010-11-24 04:10:10.


Nasa avisa sobre chuva de meteoros em cima da hora

 Fonte: site da Nasa Science News Em oito de outubro a Terra deverá ser bombardeada por um fluxo de poeira oriunda do cometa 21P Giacobini-Zinner. “Estamos prevendo que cerca de 750 meteoros por hora”, diz Bill Cooke do escritório ambiental de meteoritos da NASA. Segundo ele, as regiões que poderão ser mais afetadas se localizam  no Oriente Médio, norte de África, partes da Europa e Estados Unidos.” O cometa 21P/Giacobini-Zinner foi fotografado em novembro 1998  por astrônomos em Kitt Peak.  Cada 6,6 anos  o Cometa Giacobini-Zinner  oscila através do sistema solar interno. A cada visita, ele estabelece um filamento estreito de poeira, que com o tempo forma uma rede de filamentos que a Terra encontra todos os anos no início de outubro. “Na maioria dos anos, passamos por espaços entre os filamentos, talvez apenas um ou dois passam por nós”, diz Cooke. “Ocasionalmente, porém, pode acontecer algo semelhante a fogos de artifício.” O ano de 2011 poderá ser um  desses momentos em que ocorrem  bombardeios de meteoros. Os meteorologistas da Nasa e de outras instituições concordam que a Terra está indo de encontro aos filamentos do cometa no próximo  dia oito. Múltiplos encontros devem produzir uma série de explosões variáveis  por volta de 16h00 hora universal (meio-dia EDT) com a maior atividade entre 19h00 e 21h00 UT (15h00 – 17h00 EDT). Os meteorologistas não têm certeza o quão forte a exibição será, principalmente porque o cometa teve um encontro com Júpiter no final de 1880. Naquele tempo, a atração gravitacional […]

urandir ufo chuva de meteoros

UFO – Urandir Fernandes de Oliveira , o Paranormal

Muitos acreditam que o Projeto Portal é uma seita, uma igreja ou apenas um mundo de fantasia onde os avistamentos de discos voadores e contato com seres extraterrestres e interdimensionais não passam de fraudes, faróis de milha ou invenção da mente dos seguidores.  A verdade é que na região de Corguinho no Mato Grosso do Sul ocorrem intensos fenômenos ufológicos. Nessa região se localiza a fazenda Projeto Portal, cujo líder é Urandir Fernandes de Oliveira conhecido como UFO. Urandir é conhecido por sua paranormalidade  e seus contatos com extraterrestres. Fonte: http://www.urandirparanormal.com.br/ Artigo publicado em 2009-05-27 02:00:00.


Tempo Mundial pode mudar em 2012

Fonte: BBC e site Inovação Tecnológica O tempo, tal como o conhecemos hoje, poderá não ser exatamente o mesmo tempo nos séculos que virão. Tanto que os cientistas da área estão discutindo uma nova definição da escala de tempo do mundo: o chamado Tempo Universal Coordenado (UTC). E a principal questão em debate é o segundo bissexto – mais especificamente, a abolição do segundo bissexto. Enquanto todo o mundo presta atenção aos anos bissextos, poucos sabem que uma “ajeitada” muito mais frequente no tempo, mas muito mais irregular, é feita constantemente (o segundo bissexto). Uma mudança que é essencial para manter o bom funcionamento dos sistemas de GPS, das telecomunicações, e até dos arquivos que você transfere pela internet. O segundo bissexto surgiu no início da atual era tecnológica, em 1972. Ele é adicionado para manter a escala de tempo medida pelos relógios atômicos em fase com a escala de tempo baseada na rotação da Terra. A razão para isto é que, enquanto os relógios atômicos, que usam as vibrações dos átomos para contar os segundos, são incrivelmente precisos, a Terra não é um cronometrista tão confiável quanto se acreditava – isto graças a uma ligeira oscilação que ela sofre conforme gira sobre seu próprio eixo: “Desde a década de 1920 já se sabe que o movimento da Terra não é tão constante como tínhamos pensado inicialmente,” explica Rory McEvoy, curador de “horologia” do observatório de Greenwich, no Reino Unido. Essa variação natural da Terra significa que as horas medidas pelos […]

Urandir - relogio atomico1

Urandir e Projeto Portal em parceria com Defesa Civil

  Após sessão de treinamentos com o Núcleo de Defesa Civil (NUDEC) realizado em Belford Roxo, RJ pelo Major. Alex Alves nos dias 12 e 13 de Julho de 2008, Foi celebrada uma parceria entre o Projeto Portal (representado por Urandir Fernandes de Oliveira) e a Defesa Civil Brasileira. O Treinamento teve o objetivo de capacitar os pesquisadores do Projeto Portal para atuarem como representantes da Defesa Civil nas comunidades onde o projeto atua. Artigo publicado em 2009-07-05 17:06:00.


Meteoritos contêm componentes de DNA alienígena

 Fonte: Estadão O resultado da pesquisa ajuda a sustentar a teoria de que o ‘kit’ para a criação da vida da Terra veio pronto do espaço, entregue por colisões da Terra com cometas e meteorito. Pesquisadores da Nasa encontraram pistas de alguns dos elementos que formam o DNA em meteoritos vindos do espaço e puderam comprovar sua origem extraterrestre, segundo estudo divulgado pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences. O resultado da pesquisa ajuda a sustentar a teoria de que o “kit” para a criação da vida da Terra veio pronto do espaço, entregue por colisões da Terra com cometas e meteoritos. Nota da Redação Projeto Portal: Ao que tudo indica, o início da vida na Terra está totalmente desvinculado das teorias religiosas do criacionismo e da teoria evolucionista de Charles Darwin, que parte do princípio de que o homem é o resultado de um lento processo de alterações (mudanças). Esta é a idéia central da evolução: os seres vivos (vegetais e animais, incluindo os seres humanos) se originaram de seres mais simples, que foram se modificando ao longo do tempo. Aos poucos, a pesquisa científica verifica que a origem da vida na Terra é muito diferente do que foi estudado e pesquisado até hoje. Onde esses estudos vão desembocar ainda não sabemos, mesmo porque a origem do homem ainda permanece um mistério já que a conhecimento humano ainda não conseguiu localizar o elo  e a origem das espécies.Talvez informações de super humanos ou inteligências de outros planetas […]

Urandir ufo - meteoritos contem dna alienigena

Urandir é entrevistado por Edmo Garcia

Urandir Fernandes de Oliveira concedeu entrevista exclusiva ao radialista Edmo Garcia em seu programa Pesquisa Ufológica na Radio Manchete do Rio de janeiro no dia 18 de dezembro de 2008. Nessa entrevista Urandir fez diversas revelações sobre as informações recebidas por extraterrestres. Artigo publicado em 2009-07-05 17:09:00.


NASA: Formação de Iceberg na Antártida é monitorado

 Fonte: Gazeta do Povo e Agência EFE O monitoramento das alterações nos continentes e oceanos aumentou com os cientistas observando atentamente as alterações que ocorrem no planeta. Cientistas detectaram fissura de 29 quilômetros de extensão na Ilha Pine. Nos próximos meses, gelo deverá se desprender e se tornar um iceberg de 800 quilômetros quadrados. Integrantes  da Nasa (agência espacial americana) afirmaram no Chile que vigiam a formação de um grande iceberg, de 880 quilômetros quadrados, produto de uma rachadura que se estende ao longo de 29 quilômetros na geleira da Ilha Pine, na Antártida. A observação da enorme rachadura foi feita em voos de investigação realizados durante outubro pela equipe IceBridge, um conjunto de cientistas e técnicos da Nasa que analisam as mudanças nas camadas de gelo que cobrem a Antártida e a Groenlândia desde 2009. “Nos voos observamos uma grande fissura que indica que um grande pedaço de gelo está prestes a partir. Trata-se de uma rachadura de 280 metros de largura e de 60 metros de profundidade, mais alta que a Estátua da Liberdade”, declarou à imprensa o chefe do projeto IceBridge, Michael Studinger, em videoconferência. O cientista ressaltou que a fissura sobre a geleira da Ilha Pine “faz parte do ciclo natural” de formação dos icebergs na área ocidental da Antártida – uma região “sensível”, disse -, motivo pelo qual não acarreta risco ambiental em nível global. “A rachadura não nos preocupa, faz parte do ciclo natural. Se ocorresse de forma mais frequente poderia causar problemas ambientais”, […]

Urandir  ufo - fissura no gelo daantartida

Bilu o et Brasileiro no Superpop Luciana Gimenez

Bilu no CQC

Bilu reaparece e arrasa no CQC. A matéria de Danilo Gentili foi fiel ao que ocorreu na fazenda durante a estadia da equipe. Bilu desapareceu no solo, flutuou, ficou translúcido e muito nítido no final da reportagem, mas não saiu da moita e Danilo não passou no teste para entregar a concha para ele. Quem passar no teste da concha irá apresentar as 49 raças para o mundo. Então o desafio continua: quem irá tirar Bilu de trás da moita para entregar a concha. Além do programa oficial do CQC desta segunda-feira, dia 8 de novembro, nós vamos mostrar os bastidores da reportagem e as cenas que não foram ao ar que, por sinal, são excelentes. Artigo publicado em 2011-02-25 01:41:04.


Cientistas descobrem novo fenômeno natural: o terremoto espacial

Fonte:  Apolo11 Utilizando dados de uma frota de cinco satélites científicos, pesquisadores da Nasa descobriram uma nova manifestação de clima espacial. O fenômeno é produzido pelo vento solar ao atingir a magnetosfera da Terra e por sua semelhança ao que ocorre no solo, foi batizado de “terremoto espacial”. De modo bem simplificado, um terremoto espacial (ou spacequake) é um forte tremor no campo magnético da Terra e que apesar de ser observado com mais intensidade na órbita do planeta, não é exclusivo do espaço e seus efeitos podem se propagar por todo o caminho até a superfície. “As reverberações magnéticas podem ser detectadas em todo o globo, da mesma forma que os sismômetros detectam um grande terremoto”, disse Vassilis Angelopoulos, principal investigador dos dados dos satélites THEMIS e ligado à Universidade da Califórnia, em Los Angeles. No entender de Evgeny Panov, do Instituto de Pesquisas da Áustria, “essa analogia é excelente, pois a energia total contida em um spacequake pode até superar a energia contida em um terremoto de magnitude 5 ou 6″. Os resultados do trabalho de Panov já haviam sido reportados em abril de 2010 na edição do periódico científico Geophysical Research Letters. Em 2007, a equipe THEMIS descobriu o precursor dos spacequakes. A ação tem início na cauda magnética da Terra, que se estende como uma biruta à mercê dos intensos ventos solares de quase 2 milhões de km/h. Segundo o estudo, em algumas ocasiões essa cauda se estica tanto que em dado momento se rompe como […]

Urandir UFO - terremotos no espaço e terra